O homem que mudou a decisão de Deus

Houve um homem na Bíblia que mudou a decisão de Deus. Isso mesmo. O Deus que não muda nem mente, teve que abrir uma exceção e voltar atrás na Sua decisão por causa de um homem.

Quando o rei Ezequias recebeu a notícia do homem de Deus que iria morrer da sua enfermidade, ele imediatamente recusou aquela palavra. Algo dentro dele rejeitou a idéia de morrer naqueles dias, com aquela enfermidade. “Sei que vou morrer um dia mas assim não, e agora não!”
A vergonha seria dupla: Um servo de Deus morrer doente (onde estava o “Senhor que te sara”?) e morrer no meio das ameaças de guerra do rei da Assíria.
A sua oração expressou um grito de injustiça. “Quer dizer Senhor que venho Te servindo todos esses anos para nada, para acabar assim?” Aquela oração tocou no mais profundo do coração de Deus e O fez mudar sua decisão. Acrescentou mais 15 anos à vida de Ezequias e prometeu livrá-lo do rei da Assíria. E o mais maravilhoso foi o que aconteceu em seguida. Tão simples como hoje apertamos a tecla “delete” no computador, Deus fez voltar o tempo em 45 minutos para “apagar” o que havia acontecido! Ou seja, não está mais aqui quem falou! “Ezequias, esquece o que Eu falei, isso nunca aconteceu.”
Isso mostra que ainda que alguém já tenha determinado a sua sina, VOCÊ pode sobrepujar aquela decisão tomando a SUA própria. Talvez o médico já decidiu o seu destino; o advogado deu a causa por perdida; sua família o carimbou como ovelha negra; o pastor desacreditou de você; o patrão lhe mandou embora; o marido não lhe quer mais…
Mas se VOCÊ decidir o que quer, e fizer o seu pacto com Deus, você pode mudar o seu destino. Você pode mudar qualquer coisa que parece já ter sido decidida para você. Use a sua fé, use o seu poder decisão.
Imagem: Divulgação “Ironclad Knight”

Thiago Teixeira

Idealizou o Filhos da Fé junto de seu amigo, Amaury. Desenvolve seu talento diariamente em prol do amor as almas. | Email: thiago@filhosdafe.blog.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *